O conceito de economia criativa está em alta no mundo inteiro. Ao unir criatividade e capital intelectual, essa nova indústria foi capaz de gerar uma riqueza de R$ 155,6 bilhões para a economia brasileira em 2015, segundo levantamento feito pela Firjan. 

A indústria criativa é dividida em quatro grandes campos: consumo, mídias, cultura e tecnologias. Qualquer empresa ou profissional independente que atue nessas áreas faz parte do novo mercado que virou a aposta dos países como forma de contornar o período de crise. O que diferencia o trabalhador criativo de um normal é a sua habilidade em estabelecer soluções para diferentes problemas e pensar nos que ainda nem foram criados, em um cenário marcado por turbulências.

 

 

Para obter o sucesso desejado dentro do mercado de trabalho é necessário estar atualizado. Por isso, separamos aqui 5 graduações para você que deseja fazer parte desse mercado independente, que promete ser a nova face da economia global.

1. Web Designer

Essa é uma das profissões mais em alta no momento. O web designer é responsável pela criação dos sites da internet, lidando com a parte estrutural e de layout das páginas. É uma área que usa e abusa da criatividade para criar um estilo original e harmônico para cada cliente,  além de ser necessário um grande conhecimento em programação e tecnologias, encaixando-se perfeitamente no conceito de indústria criativa.

2. Artes Visuais

Para entrar nesse mercado, é preciso ter a habilidade de criar novos conceitos e linguagens de forma única. Ninguém se encaixa mais nesse perfil do que o artista plástico, que dedica a sua carreira à criação de novas interpretações de mundo a partir do uso da imagem.

É possível adquirir essas técnicas com uma boa graduação no ramo, e as possibilidades de atuação são enormes. O profissional independente pode trabalhar como freelancer, criar o seu negócio independente ou até mesmo conseguir um emprego dentro de grandes corporações. 

3. Animação 3D

Na era das grandes produções cinematográficas e dos games que geram lucros absurdos, nenhuma área possui maiores expectativas de crescimento como a de animação. Destacamos aqui a animação 3D por ser um diferencial dentro das empresas. Ela é a vertente mais recente dentro do campo e, ao contrário da animação 2D, ainda não conta com um grande número de profissionais especializados dentro do mercado de trabalho. Recomendamos o investimento no ramo, que promete grande crescimento nos próximos anos no mercado criativo.

4. Publicidade e Propaganda 

O papel do publicitário é transformar uma ideia em um ideal, algo que seja desejado por todos. Por isso, é preciso uma alta dose de criatividade para transformar a visão do seu cliente em algo extraordinário e cobiçável. Na área de comunicação, a graduação segue como uma grande aposta para o futuro. Hoje, diversos tipos de empresa independente e startups estão especializando-se na área e fornecendo serviços para as maiores corporações do mundo, que necessitam desse tipo de profissional para sustentar e garantir as suas vendas.

5. Arquitetura

Mais do que apenas mobiliar e criar cômodos de uma casa, o arquiteto é capaz de traduzir a personalidade do cliente dentro do seu projeto. Ao unir design, engenharia e senso artístico, ele desenha a planta do imóvel, decide os materiais, e coordena toda a construção dos mais diversos planos. Em um universo urbano e com o crescimento de metrópoles ao redor do mundo, esse profissional age na tentativa de otimizar a vida daqueles que moram nas grandes cidades, trazendo ambientes funcionais, agradáveis e, principalmente, únicos. 

Dentro de um sistema em constantes transformações, é imprescindível estar sempre conectado às novas tendências e demandas do mercado. Ao buscar as graduações e cursos ligados à indústria criativa, você já encontra uma maneira de adequar-se à nova aposta da economia mundial.